Parece que o Facebook vai permitir que as empresas se aproximem mais (ainda!) de nós através da introdução em massa de mensagens patrocinadas no serviço Messenger.

A partir desta semana poderão começar a surgir anúncios e publicidade no nosso mural de notícias do Facebook, com possibilidade de iniciar uma conversa diretamente com a marca via Messenger. Até aqui tudo parece ser uma simples integração de serviços, desencadeada pela ação do utilizador no momento. A grande novidade é que, se a certa altura no passado tivermos iniciado uma conversa com a empresa (através de um chatbot por exemplo), esta passará a ter a possibilidade de pagar (ao Facebook, claro) para nos enviar publicidade, sob a forma de mensagens patrocinadas, diretamente para o nossa lista de conversas do Messenger.

0B5CUt KUpXFUSkI4cDFkem9fREU Nem o Messenger escapa aos anúncios do Facebook image

O Facebook assegura que os utilizadores continuarão a ter controlo sobre a situação, com a hipótese de bloquear a “conversa” com uma empresa que não seja do seu interesse.

Esta decisão por parte da gigante rede social vem na sequência da introdução dos chatbots no seu serviço, à cerca de seis meses. Estes bots usam inteligência artificial para ler e interpretar mensagens e formular uma resposta. De certo modo o seu objetivo é encurtar a distância entre o utilizador e as empresas, tornando tudo um pouco mais “pessoal”. Deixa, por exemplo, de ser necessário fazer download da app da marca ou navegar pelas paginas de apoio a cliente.

Relacionado:
Sony Xperia XZ e X Compact com patch de segurança em Novembro

Para alguns possivelmente será pessoal demais. Qual é a tua opinião sobre os chatbots e o modo como o Facebook os está a usar para gerar receitas publicitárias?