Depois do sucesso do Meizu Metal – o primeiro smartphone da marca com corpo metálico – a Meizu prepara-se agora para lançar a segunda versão deste aparelho, o Meizu Metal 2.

meizuMetal Meizu Metal 2 passa pela TENAA revelando as suas características image

A prova disso está na documentação que foi encontrada na TENAA (centro chinês de certificação de equipamentos de telecomunicações), onde o Meizu Metal 2 foi certificado revelando assim algumas das suas características, como é habitual.

Meizu Metal 2 com Helio P10 e 4000mAh

Como o próprio nome indica, a aposta da Meizu continuará a ser num smartphone com corpo feito inteiramente em metal, semelhante ao da primeira versão do modelo, onde estará inserido um ecrã com de 5,5″ com resolução Full HD. De acordo com os mesmos relatórios, o Meizu Metal 2 virá novamente equipado com um chip da Mediatek mas desta feita o escolhido foi o SoC Helio P10, um octa-core que pode atingir velocidades máximas até 1.8GHz por núcleo. Relativamente a memória, as informações obtidas apontam para a existência de duas variantes: uma com 2GB de RAM e 16GB de armazenamento, e outra com 3GB de RAM e 32GB de memória interna.

0B5CUt KUpXFUTlc2R3FDd3VYZEk Meizu Metal 2 passa pela TENAA revelando as suas características image

No capitulo da fotografia não haverá grande evolução, uma vez que à semelhança da versão anterior o Meizu Metal 2 vai contar com uma câmara traseira de 13MP com duplo flash LED e com um sensor de selfies de 5MP. A grande novidade em relação ao modelo do ano passado está na bateria que vê a sua capacidade aumentar para 4000mAh no Meizu Metal 2.

Relacionado:
Galaxy NOTE 7 só entra nos aviões da TAP desligado!

Do ponto de vista de software as notícias são menos entusiasmantes, visto que a empresa chinesa optou por usar o Android 5.1 Lollipop neste dispositivo, que serve de base à skin Flyme UI desenvolvida pela própria Meizu (um pouco à semelhança do EMUI da Huawei ou do MIUI da Xiaomi). Numa altura em que o lançamento do Android N está aí à porta, não parece muito produtivo lançar equipamentos com Android Lollipop.

Até aqui este dispositivo parecer ser uma espécie de híbrido entre o “chassis” do Meizu Metal e as “entranhas” do recém apresentado Meizu m3 Note, o que levanta a questão: estamos na presença da segunda versão do Metal ou de uma variante do m3 Note?

Todavia, seja qual for o aparelho, com uma coisa podemos contar por parte da Meizu: um smartphone de qualidade a um preço interessante. É a isso que a empresa nos tem habituado.