Vivem-se dias de mudança no universo da Intel, a divisão móvel da empresa poderá em breve ser comprada pela concorrente Mediatek.

Nos últimos tempos vimos vários desenvolvimentos que apontavam para mudanças na empresa Intel, depois de tremendos sucessos na venda de equipamentos com o seu chipset , como foi o caso do Zenfone 2 que vendeu cerca de 30 Milhões de unidades, parece que os tempos de glória acabaram para a multinacional americana.

0B5CUt KUpXFUS21GTm93S0ZKUWs Mediatek aniquila concorrência directa comprando a divisão móvel da Intel image

Veio a público recentemente a intenção da Intel de acabar com a sua participação no desenvolvimento de componentes para o mercado de dispositivos móveis.

A Intel anunciou oficialmente o fim da produção de processadores Atom, e assim abandonando oficialmente o mercado de dispositivos móveis. Esta tomada de posição faz parte da estratégia da empresa em reduzir custos e reestruturar as operações.

Segundo o porta-voz da empresa ao site especializado no mercado financeiro, Seeking Alpha, a interrupção da produção é imediata, e que a estratégia da empresa é se focar em produtos que ofereçam maior retorno financeiro, tais como o processadores para servidor Xeon, tecnologia em nuvem, silício para fotônicos e FPGAs, ou circuitos integrados projectados para serem configurados por consumidores ou projectistas.

0B5CUt KUpXFUdnhvNlZOZUNxeUE Mediatek aniquila concorrência directa comprando a divisão móvel da Intel image

Há apenas algumas horas a MediaTek, uma das maiores fabricantes de chips móveis do mundo, teve as transações das suas acções em bolsa congeladas devido a uma operação em curso, o que gerou grande curiosidade e especulação. O site chinês myDrivers corroborou que a companhia poderia estar no processo de compra da divisão móvel da Intel.

Relacionado:
Oh não! Parece que o Galaxy Note 7 "corrigido" também está com problemas

Se esta informação se revelar fidedigna vemos o desaparecimento da divisão móvel de umas das empresas com mais equipamentos de sucesso.

Para os fâs dos equipamentos Zenfone da Asus que habitualmente vinham com chipsets Atom da Intel não há razão para preocupações pois a Asus já confirmou segundo uma fonte que preferiu anonimato, que o ZenFone 3 já está garantido com chipset Snapdragon. Isto significa que ASUS não lançará mais nenhum ZenFone com Intel Atom, já que a empresa conta com vários chipsets disponíveis, e deixa claro que Qualcomm será a principal aposta para 2016.

0B5CUt KUpXFUX1RVYzF4TEZKWGc Mediatek aniquila concorrência directa comprando a divisão móvel da Intel image

Parece que o mercado de chipsets ficará com dois gigantes em disputa, a Qualcomm e os seus Snapdragons e a Mediatek e os seus Helio.

Qual o vosso preferido?

FONTEmydrivers
PARTILHAR
Artigo anteriorApresentado o primeiro PC com o sistema operativo Android
Próximo artigoFestival da Eurovisão da Canção 2016 transmitido em directo no YouTube
Fundador do Androidgeek.pt ,trabalho em TI há dez anos. O desafio de gestão de equipas com foco nas necessidades do mercado deu-me o background certo para abraçar vários projetos online, nos quais aproveito a minha experiência em duas das minhas paixões: Tecnologia e Escrever. Sou um profissional dedicado com vasta experiência em todas as áreas de Gestão de TI e Gestão de serviços na área de Tecnologias de Informação. Sou apaixonado por tecnologia, Android, Publicidade, Marketing Digital e posicionamento estratégico.