A era dos números artificiais e com “boost” em benchmarks está a chegar ao fim. A última versão do sistema operativo Android, o KitKat, não permite mais que a velocidade de processamento seja optimizada durante os testes de benchmark, o que resulta em números mais fiéis para os consumidores.

É o caso dos aparelhos Galaxy S4 e Galaxy Note 3, ambos da Samsung. Em Julho do ano passado foi descoberto que os modelos que contavam com o processador Exynos eram programados para correr com uma velocidade acima da máxima sustentável durante os testes de benchmark. Como consequência disso, a pontuação final tinha um ganho de até 20%.

Quando questionada sobre essa característica, a empresa sul-coreana afirmou que se tratava de um recurso “normal” e que visava “optimizar a experiência dos utilizadores”. Por causa disso, softwares como o AnTuTu foram obrigados a lançar actualizações para tentar combater a disparidade. Porém, com a atualização dos dois dispositivos para KitKat disponibilizada, ao que parece esse problema agora chegou ao fim.

Fonte: Ars Technica

Relacionado:
Dispositivos Android contam com novo líder no ranking do AnTuTu

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.