A Huawei saltou em poucos anos da categoria de fabricante de marca branca cujos produtos eram usados pelas operadoras para colocar o seu próprio Branding, para uma das maiores fabricantes de Smartphones a nível mundial. Mais concretamente a 3ª maior fabricante, logo atrás de Samsung e Apple respectivamente.

Se há algo que o mais novo equipamento da Huawei nos consegue mostrar no imediato, é que a gigante chinesa está no pódio por mérito próprio, se este terminal é um vislumbre do que a marca nos trará no futuro, a concorrência deveria estar (muito) preocupada.

Estamos a usar o Huawei Mate 9 há exactamente uma semana, e estamos cada vez mais bem impressionados. Em breve traremos uma Análise detalhada a este equipamento, mas para já fiquem com a nossa experiência em 7 dias de uso.

20161103_151842.jpg

Huawei Mate 9

  • Ecrã IPS 2.5D de 5,9 polegadas com resolução FullHD (1920×1080) e 373ppi
  • Kirin 960 – octa core com 4x cortex A73 + 4x Cortex A53
  • GPU Mali G71
  • 4GB LPDDR4 de RAM
  • 64GB de Armazenamento interno, expansível via Cartão MicroSD
  • Duplo sensor traseiro certificado pela Leica: Sensor RGB de 12MPx e sensor monocromático de 20MPx com abertura f/2.2.
  • Câmara Frontal de 8MPx com abertura f/1.9
  • Suporte ao Google Daydream VR
  • Bateria de 4000mAh com tecnologia de carregamento rápido em que 30 minutos na tomada carrega 58% da bateria
  • DUAL SIM
  • Android 7.0 Nougat com o EMUI 5.0
Relacionado:
Sony Xperia XA: Análise Androidgeek

 

Huawei Mate 9 há 7 dias a trazer felicidade

Como sabem sendo TechBloggers temos a oportunidade de testar diversos equipamentos de todas as categorias preços e especificações, vamos começar por dizer que

O Huawei Mate 9 é o melhor equipamento em que já pusemos as mãos (Kpow!)!

Performance

A performance deste terminal é excepcional, muito devido a uma das novidades mais interessantes neste Huawei Mate 9 que é o seu novo super processador Kirin 960. O Kirin 960 foi construído para dominar e irá com toda a certeza satisfazer até os utilizadores mais exigentes, estamos a falar de um CPU a oito núcleos com uma poderosa placa gráfica ARM Mali-G71 que permite um desempenho duas vezes superior á MALI-T880 MP12 presente nos Galaxy S7 da Samsung.

kirin9603.jpg

A Huawei usa neste seu novo Kirin 960 o novo núcleo ARM Cortex-A73 que nunca foi antes usado num smartphone. Esta tecnologia permite equilibrar e gerir a energia do dispositivo de uma forma nunca antes vista. Os já conhecidos núcleos ARM CORTEZ-A53 também estão presentes neste Kirin 960.
Por meio da novíssima arquitectura ARM Bifrost, conteúdos em 4K e experiencias de realidade aumentada não serão um desafio para este Huawei Mate 9.

 

Autonomia

A autonomia deste Mate 9 é impressionante e a tecnologia revolucionária SuperCharge, garante uma autonomia de bateria de 24h com um carregamento de apenas 20 minutos.

Relacionado:
Pokémon Go recebe actualização com novidades interessantes

O Huawei Mate 9 combina uma bateria de alta densidade, 4000 mAh, com a nova tecnologia SuperCharge, assegurando uma autonomia muito superior ao que já vimos em qualquer outro terminal. A tecnologia de poupança de bateria do novo dispositivo da Huawei permite uma durabilidade até dois dias, o que significa um aumento até 40% de tempo de chamada CDMA e 20% de maior capacidade para gaming.
A tecnologia SuperCharge suporta níveis de carregamento rápido 5A, uma melhoria de 50% face ao modelo anterior. 10 minutos de carregamento dão energia suficiente para assistir a dois filmes inteiros. Mais importante ainda, a bateria está equipada com as configurações padrão de segurança do sector, incluindo proteção Super Safe 5-gate, que garante uma voltagem em tempo real e monitorização da corrente e temperatura para eliminar falhas de segurança e salvaguardar a duração da bateria.

Câmara

Após o sucesso incrível do Huawei P9, o Huawei Mate 9 traz-nos a segunda geração de dupla-câmara em parceria com a Leica. A Huawei e a Leica continuam a melhorar o desempenho ótico do módulo da câmara, que incluí, agora, sensor RGB F2.2/12-megapixéis, sensor monocromático F2.2/20-megapíxeis, que otimiza os algoritmos de fusão da imagem que trabalham em conjunto para produzir imagens simplesmente magníficas. O sensor RGB permite capturar imagens com cores realísticas e com o icónico “olhar Leica”, enquanto o sensor monocromático capta os detalhes mais complexos. Quando combinados com Optical Image Stabilization (OIS) e com a primeira dupla-câmara no mercado com tecnologia pixel binning, proporcionam ao Huawei Mate 9 uma captura de imagem superior em modo noturno.

Relacionado:
Nexbox A59X a [ Review ] da mini box

Leica_mate9.jpg

O Kirin 960 foi desenhado especificamente para suportar a segunda geração de dupla-câmara Leica para o Huawei Mate 9, com Hybrid Zoom. O 4-1 Hybrid Auto-focus inclui foco laser, foco deteção de fase, profundidade de foco e contraste de foco.

A hasthag escolhida pela gigante chinesa para a apresentação do novo Mate 9 foi:

#astepahead

Este equipamento é sem dúvida um passo á frente de tudo o que já tínhamos visto anteriormente. Vamos continuar a usar e explorar este terminal para vos trazer em breve uma análise detalhada com todos os pontos positivos e menos positivos (sim também os tem) deste magnífico equipamento.

 

Preço e Disponibilidade

  • O Huawei Mate 9 está disponível nas versões Black, Space Gray, Moonlight Silver, Champagne Gold, Mocha Brown e Ceramic White
  • O modelo exclusivo Huawei Mate 9 Porsche Design está disponível na versão Graphite Black por €1395
  • O Huawei Mate 9 4G+ 64 GB estará disponível em Portugal já no final de Novembro a um preço recomendado de venda ao público de 699€.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.