Após o enorme sucesso da parceria Google – Huawei que culminou com a conceção do Nexus 5X e do Nexus 6P (este último com excelentes resultados em diversos mercados, expecto nos EUA), seria de esperar que a colaboração entre as duas empresas continuasse. Mas isso não aconteceu (até agora), visto que o fabrico dos novos smartphones Pixel ficou a cargo da HTC.

Segundo uma fonte do site Android Police, próxima das duas companhias, a Huawei foi de facto a primeira escolha para fabricar os telemóveis da Google este ano, mas rejeitou o envolvimento nesse projeto devido algumas divergências com a empresa de Mountain View. Ao que parece tudo remonta à altura do lançamento do Nexus 6P.

É sabido o desejo da Huawei de entrar em força no mercado dos EUA e para tal, a fabricante chinesa depositou grandes esperanças no Nexus 6P. Haveria uma estratégia de marketing e publicidade delineada em conjunto com a Google, que inclusivamente levaria o aparelho às maiores operadoras de telecomunicações estadunidenses. No entanto não foi isso que aconteceu. As negociações entre a Google e as quatro maiores operadoras dos EUA falharam, deitando por água abaixo os planos da empresa chinesa conquistar esse tão ambicionado mercado. O Nexus 6P acabou por ser vendido apenas na PlayStore e em lojas de retalho, e a relação entre a Google e a Huawei não ficou nas melhores condições.

Relacionado:
Galaxy S6 e S6 Edge preparam-se para receber atualização do Android 7.0 Nougat

Alegadamente a Google ainda abordou a fabricante chinesa como primeira escolha para a construção dos aparelhos Pixel deste ano, no entanto com um contrapartida: a marca da Huawei não apareceria nos smartphones. A ideia da Google é que apenas o seu logótipo conste nos dispositivos, sem que sejam dados créditos ao fabricante. Depois do episódio com o Nexus 6P e desta exigência da empresa norte americana, a Huawei decidiu recusar fazer parte do projeto Pixel deste ano, uma vez que um dos seus objetivos principais do momento é aumentar o reconhecimento da marca por todo o globo. Assim a Google optou por um plano "B", a HTC.

0B5CUt KUpXFUVnpoMW9ZZ3N3Z2M Huawei deu nega à Google para o fabrico dos novos smartphones Pixel image

Todavia, segundo a fonte, este não será o fim do relacionamento entre as duas companhias, uma vez que há rumores de que a Google terá abordado a Huawei para a construção de um smartphone de média gama, a sair em meados de 2017.

A esta altura, é importante referir que estas informações não têm valor oficial mas provêm de uma fonte próxima da situação.