E que tal usar as aplicações de que mais gostam no Android no vosso PC?  Esta é  uma das novidades da Google, que pretende em breve permitir que as aplicações da Play Store possam ser executadas em Windows, isto não surge efectivamente como uma surpresa pois a Google já tinha revelado o seu trabalho no Chrome OS.

 

Como será possível?

A forma utilizada seráusar o Android Runtime for Chrome (ARC), lançado há aproximadamente um ano para permitir que os programadores adaptem as suas aplicações para o Chrome OS da forma mais simples possível. Na teoria parece fácil mas não será a coisa mais fácil de fazer alerta o site Android Central:

“Até o momento, o Android Runtime for Chrome (ARC) inclui uma versão rudimentar dos serviços do Google (Play Services) que permite o Cloud Messaging, autenticação Google, gestor de contactos e o suporte a OATH2, desde que o programador faça alguns passos extras para configurar as coisas através do console Google Developer. Para que o acesso à Play Store do Google aconteça, esta restrição deveria ser tratada. Isso poderia significar que uma versão completa dos serviços do Google deva ser construída dentro do navegador Chrome, ou ser construída sobre uma versão maior e melhor do módulo ARC. Ou mesmo essas duas coisas poderiam acontecer, mas obrigaria o Google a construí-lo e distribuí-lo para que realmente funcione.”

Relacionado:
UMI disponibiliza o Android 7.0 Nougat para o UMI Plus

app_windows.jpg

O projecto do Chrome OS é algo bem diferente do Android, e conseguir a integração entre ambos poderá ser um desafio, mas poderá estar mais próximo do que à partida se esperava.

Microsoft e Google lutam pela mesma solução, mas por vias diferentes. O Google foca-se na plataforma móvel, com uma limitação para a migração de apps para o desktop. Já a Microsoft, através do UWP (Universal Windows Platform – Plataforma Universal do Windows), tem programas no Windows e quer abrir caminho para que eles possam ser executados em plataforma móveis. Uma não trabalha com a outra, de forma que teremos que esperar para ver qual estratégia se mostrará a melhor no futuro: o UWP (Microsoft) ou ARC (Google).

Esperamos no Google I/O 2016, que acontecerá no meio de maio deste ano ver novidades sobre este tema, pois poderá ser um passo significativo na evolução do Android.