Empresas chegam a acordo para retirar todas as queixas em que se acusam de violação de regras de defesa da concorrência.

Google e Microsoft chegaram a um acordo para retirar todas as queixas em que se acusam de violação de regras de defesa da concorrência, afirmaram ambas as empresas à agência Reuters.

“A Microsoft aceitou retirar as suas queixas contra a Google, refletindo a nossa mudança de prioridades legais. Vamos continuar a nos concentrar em competir vigorosamente por negócios e clientes”, disse um porta-voz da Microsoft. O Google, em email diz que as empresas querem competir vigorosamente com base nos méritos dos seus produtos, não em “processos judiciais”.

economia-google-internet-20140513-002-original.jpeg

Em setembro, as empresas concordaram em encerrar todos os litígios de violação de patente uma contra o outra, envolvendo dezoito casos nos Estados Unidos e na Alemanha. “… Seguindo o nosso acordo de patentes, concordamos em retirar as queixas de regulamentação contra o outro”, disse a empresa de Mountain View.

Rivais da Google procuram os reguladores dos EUA, alegando que a empresa de serviços de internet usa o seu sistema Android de forma inadequada para ganhar publicidade online, disseram fontes com conhecimento do assunto à Reuters no ano passado. A Comissão Europeia acusou também o Google em 2015 de distorcer resultados de pesquisa na internet para favorecer o seu serviço de compras, prejudicando os seus rivais e consumidores.

Relacionado:
Checkpoint afirma que vírus Gooligan já infetou mais de um milhão de contas Google