A Google finalmente disponibilizou um documento onde estabelece quais os requisitos mínimos que um smartphone deve cumprir para ser considerado compatível com o Daydream VR. Embora o documento seja altamente técnico, essas especificações dão-nos uma ideia do que dispositivos funcionarão com o novo padrão móvel VR do Google.

Então os requisitos mínimos são:

  • Deve ter um SOC com pelo menos 2 núcleos físicos;
  • Deve suportar o modo de desempenho sustentado;
  • Deve suportar o Hardware Vulkan de Nivel 0 e deve suportar o Hardware Vulkan Nível 1;
  • Deve suportar descodificação H.264 a pelo menos 3840 x 2160 @ 30 fps-40Mbps;
  • Deve suportar HEVC e VP9, deve ser capaz de descodificar,a pelo menos, 1920 x 1080 @ 30 fps-10Mbps e deve ser capaz de descodificar a 3840 x 2160 @ 30 fps-20Mbps (equivalente a 4 instâncias de 1920 x 1080 @ 30 fps-5Mbps);
  • E fortemente recomendado suportar o android.hardware.sensor.hifi_sensors recurso e deve ter giroscópio, acelerometro, tal como magnetometro para android.hardware.hifi_sensors;
  • Deve ter um ecrã incorporado, e a sua resolução deve ser de pelo menos Full HD (1080p) mas é recomendado que seja QuadHD (1440p) ou superior;
  • O smartphone deve ter entre 4,7 e 6 polegadas na diagonal;
  • Deve ter uma frequência de pelo menos 60Hz, enquanto no modo VR;
  • A latência de exibição em Gray-to-Gray, White-to-Black, r Black-to-White deve ter um tempo de comutação ≤ 3ms;
  • A implementação de dispositivos deve suportar o Bluetooth 4.2 e a extensão Bluetooth LE dados;
Relacionado:
Android controla mais de 80% mercado

daydream-ready.jpg

 

A lista completa dos requisitos está disponível aqui . Uma breve nota sobre os termos usados: "deve" significa que o requisito é obrigatório, enquanto "altamente recomendável" e "deverá" significa que o Google permite que os fabricantes vão de encontro às suas recomendações sobre o Daydream VR.