Os CEO’s da Google e da Oracle encontram-se, em tribunal, na passada sexta-feira para decidir se houve ou não quebra de patentes na utilização do Java na construção do sistema Android. E como era de esperar as empresas não chegaram a um acordo.

A Oracle acusa a Google de violar as patentes do Java na construção do sistema operativo móvel Android.

google_google.jpg

Enquanto a Google alega que não cometeu nenhum crime, devido a forma como utilizou a plataforma, a Oracle pede 9,3 biliões de dólares, referente aos danos causados.
Um relatório da empresa de Larry Ellison estima que os danos causados pela alegada violação cometida chegariam a 475 milhões de dólares por quebra de direitos autorais e 8,8 biliões pelo lucro que a Google obteve com o quebra das mesmas patentes.
Uma nova audiência para decidir esta disputa deverá ocorrer nos próximos 30 dias, e os advogados da Google tudo fazem para pelo menos reduzir o valor cobrado.

Relacionado:
Google DayDream VR deve ser lançado hoje com o Pixel