A Comissão Europeia vai pronunciar-se, nas próximas semanas, sobre a possibilidade de ser aplicada à gigante tecnológica Google uma multa recorde, no valor de três mil milhões de euros, por promoção do seu serviço de vendas pela Internet de forma que terá violado as leis da livre concorrência, segundo noticia o jornal “Sunday Telegraph”.

O caso, que se arrasta desde 2010, pode ter desfecho à vista, conforme fontes ligadas ao processo revelaram à agência Reuters, depois de três tentativas falhadas de acordo extra-judicial. Além disso, conforme indica o referido jornal, a Google poderá também ser multada em função de uma “prática continuada de manipulação dos resultados do seu motor de busca com o objectivo de favorecimento próprio e prejuízo em relação aos concorrentes”.

sundar_pichai.jpg

O “Sunday Telegraph” explicou que a Comissão Europeia dispõe de poderes para multar as empresas em montantes até 10% das suas vendas anuais, algo que, no caso da Google, poderia ascender a seis mil milhões de euros. O diário “The Guardian” recorda que a maior multa por questões desta índole foi de 1,1 mil milhões de euros, aplicada em 2009 à Intel.

Relacionado:
Xiaomi e Microsoft juntas, Mi Mix com Cortana.