Google deve lançar dois Nexus com tamanhos distintos

Google deve lançar dois Nexus com tamanhos distintos

O meio do ano está aí à porta, e os rumores sobre os novos dispositivos da Google cada dia que passa, são mais. Mas uma coisa é certa, se se mantiver a tradição a Google este ano lança um novo smartphone, que até Dezembro chegará ás lojas. E como a tradição já não é o que era, e se os novos rumores estiverem correctos, ao invés de lançar um smartphone, a Google este ano segue a moda, e lança 2 smartphones com tamanhos diferentes.

 

 

Em 2014, quando a Apple anunciou que o iPhone 6 chegaria ao mercado em dois tamanhos diferentes, muitas foram as críticas. Grande parte delas baseavam-se com a justificação de que não havia necessidade de um aparelho menor, uma vez que os smartphones com ecrãs maiores (ou phablets) tornaram-se preferência de quase todos os utilizadores. Essa crítica, claro, não tem qualquer fundamento e até hoje muitos optam por telefones móveis mais compactos.

Ambos os smartphones foram, e continuam a ser um sucesso no que toca a vendas, elevando a participação da Apple em diversos mercados. O mesmo aconteceu com diversas outras marcas, como é o exemplo da Huawei que lançou o P8 e o P8 Max, que ao que tudo indica também deverão cobrir as expectativas de vendas na marca nipónica.
De olho na boa aceitação do público, o Google pode adoptar a mesma estratégia na sua linha de telefones inteligentes.

Quem usa telefones Android sabe que os melhores dispositivos com o sistema operativo são os da família Nexus. O motivo é simples: além de serem baratos e contar com boas configurações de hardware (mesmo não sendo as mais avançadas), os aparelhos oferecem uma experiência “pura” do Android, sem aquelas inúmeras aplicações pré-instalados que geralmente assombram os modelos de outros fabricantes. Além disso, donos de gadgets da linha Nexus em geral são os primeiros a receber as actualizações do sistema operativo móvel da Google.

Essa é justamente uma das maiores vantagens ao adquirir um Nexus. Como o aparelho é constantemente actualizado, os riscos de segurança dos dados armazenados são menores. E não vamos esquecer do preço: pelo menos nos Estados Unidos, a Google sempre tentou conciliar qualidade e custo benefício, disponibilizando o seu smartphone por valores abaixo de outros topos de gama do mercado.

No entanto, as críticas positivas ao Nexus nunca foram suficientes para aumentar as vendas da marca, que nunca comercializou milhões de unidades, como o iPhone, da Apple, ou o Galaxy, da Samsung.

Por esse motivo, o Google deve lançar dois modelos do Nexus, sendo uma mais próxima das versões anteriores, com ecrã de aproximadamente 5 polegadas; e outra maior, já na categoria dos phablets, como aconteceu com o Nexus 6. Só que, ao contrário do que era esperado, a Motorola ficaria de fora da produção do novo aparelho. De acordo com o BGR, os fabricantes do próximo dispositivo serão a LG e a Huawei.

A Huawei estaria encarregada da versão do Nexus com ecrã de 5,7 polegadas, enquanto a LG pelo smartphone de 5,2 polegadas. Para efeito de comparação, os iPhones 6 e 6 Plus têm, respectivamente, ecrãs de 4,7 e 5,5 polegadas.

O BGR destaca que a movimentação do Google em retornar aos modelos de 5 polegadas está no facto de que o Nexus 6 não alcançou as expectativas da empresa. Se por um lado o iPhone 6 Plus conquistou uma grande parcela dos consumidores que procuravam o seu primeiro phablet, por outro o Nexus 6 não foi tão novidade assim no cenário Android, pois já existiam outros aparelhos da categoria equipados com o sistema. Segundo o site, os utilizadores de Android preferem smartphones menores.

Oficialmente, o Google não confirma os rumores, mas não deve demorar muito para a empresa disponibilize as primeiras informações dos novos dispositivos da marca Nexus.
O fim do mês está esta a chegar e com ele chega a conferência para programadores Google I/O 2015, entre os dias 28 e 29 de Maio, pelo que algo poderá ser dito na conferencia.

Achas que era boa politica da Google, lançar 2 dispositivos ao invés de 1? Dá-nos a tua opinião.

 

 

FONTE

Poderá gostar de: Mais do autor

Comentários estão fechados.