Se tem o programa de mensagens do Facebook instalado no seu smartphone, provável que já terá sido convidado a tornar a aplicação no seu serviço de SMS por defeito. Quando a opção lhe surgiu pode também ter reparado que não havia uma forma clara de recusar a oferta, algo que está a ser considerado por muitos como uma postura demasiado agressiva.

13407187_1033132333429894_3318828812334970382_n.png

Conforme conta o pessoal do Engadget, ao aparecer a mensagem apenas era dada a opções de aceitar, com um grande botão “OK”, e de ir às “definições”, com a opção de recusar a estar escondida e a ser possível apenas se o utilizador fechar a janela.

transferir.jpg

Tanto o Facebook como a Google ainda não se manifestaram relativamente a este caso, mas o facto de a mensagem não dar a entender explicitamente que a mudança é opcional está a ser interpretada como uma violação da política do sistema operativo móvel da tecnológica de Mountain View.

Edit – Comunicado do Facebook:

“O serviço de SMS no Messenger é um recurso opcional. As pessoas podem escolher se querem ou não usá-lo. Quando os utilizadores recebem o aviso, podem optar por começar a ver as suas mensagens SMS no Messenger ligando o recurso, ou podem decidir não usar, e para isso basta ir a “configurações”. Se eles decidirem utilizar o serviço SMS no Messenger então temos de pedir às pessoas para aprovar quaisquer novas permissões que sejam necessárias no dispositivo. O Messenger não modificar as configurações do dispositivo sem consentimento das pessoas”.

Relacionado:
Xperia C4 já tem Android Marshmallow