Felizmente nem tudo são más noticias para a Samsung, a Sul Coreano anunciou ontem o Exynos 7 Dual 7270, o primeiro SoC para wearables fabricado com litografia de 14nm.

Exynos7Dual7270_Main_1.jpg

O SOC vem com dois núcleos de processamento ARM Cortex A53 que trabalham em conjunto para disponibilizar o melhor em termos de performance e eficiência energética. Segundo a Samsung, graças ao processo de fabrico < 14nm, o 7270 será 20% mais económico que chips similares de 28nm. Tanta economia, entretanto, não significa que o SoC venha estrangulado a nível de recursos e conectividade, pelo contrário. Ele traz consigo um modem LTE Cat.4, que permite a transferência de dados utilizando redes móveis, sem a necessidade de estar pendurado a uma rede sem fios. Além disso, o SOC oferece suporte a Wi-Fi, Bluetooth, GPS e rádio FM. Mais impressionante é de facto tudo isto vir integrado numa única peça, que também conta com memória DRAM e memória flash NAND.

Apesar do SOC ser muito completo não significa que seja monstruoso em termos de tamanho, uma vez que ele ér 30% mais fino que qualquer outra solução presente atualmente no mercado. Ou seja, a expectativa é que vejamos dispositivos wearables mais potentes, mais eficientes, mais finos e mais leves num futuro próximo. Apesar da revelação do Exynos 7270, a Samsung não disse nada sobre quais serão os primeiros wearables a serem equipados pelo SOC. A expectativa, porém, é que o Gear S3 seja o primeiro a utiliza-lo, e que deverá chegar às prateleiras no fim deste mês.

Relacionado:
UMI disponibilizará o update do Android Nougat até ao Natal

Outras fabricantes devem anunciar algumas novidades com a solução da sul-coreana durante a CES e o MWC no próxima ano.