O novo topo de gama da família Note da Samsung, ainda não fez muito tempo que viu a luz do dia. Apesar de receber os mais elogiosos comentários de toda a comunicação social, e dos utilizadores, existe algo que preocupa a Sul Coreana. É que nos últimos dias temos visto vários relatos de dispositivos de utilizadores que explodem durante o carregamento, pelo que a Samsung decidiu “suspender” a venda do Note 7, pelo menos na Coreia do Sul, com uma única preocupação: a segurança dos seus clientes.

Ainda não se conhecem as verdadeiras razões dessas explosões, e obviamente essa situação preocupa um pouco os clientes interessados em adquirir o aparelho. Na semana passada um utilizador relatou que o seu dispositivo simplesmente pegou fogo durante o carregamento. Na noite de terça feira, outro utilizador queixou-se do mesmo problema. E estes incidente só parecem ter uma coisa em comum: Em ambos os casos os utilizadores usavam o conversor de microUSB para USB do tipo C durante o carregamento, no entanto não sabemos se era o adaptador oficial da Samsung (que vem incluído na caixa), ou se era um adaptador de outro fabricante.
Em baixo podemos ver o estado em que ficou o telefone de um desses casos:

0B5CUt KUpXFULWJEWXIzbGROaFk Está a pensar em adquirir um Samsung Galaxy Note 7? Talvez seja melhor aguardar um pouco image

Depois de ambos os relatórios, e, aparentemente de outros incidentes semelhantes, a Samsung supostamente suspendeu o "embarque" do Samsung Galaxy Note 7. Não ficou muito claro se a suspensão é somente na Coreia, mas tendo em conta que os incidentes têm acontecido em outras regiões, é normal que a Samsung suspenda em mais locais. Esperamos que a Samsung consiga determinar a causa deste problema, pois trata-se na realidade de um dos melhores dispositivos presentes no mercado.

Relacionado:
Recupera os teus dados do teu Android com o MobiSaver

O The Korea Herald informa, que a Samsung tem vindo a recolher os aparelhos danificados (dando um novo ao proprietário) e está a investigar a causa do problema, por isso, se eles conseguirem determinar que é um problema com o telefone ou com o conversor, devemos descobrir em breve. E aí talvez seja a melhor altura para adquirir o aparelho.