Ao contrario do que era expectável a Asus não irá utilizar o Computex para anunciar o seu novo Smartphone, o Zenfone 3.
Em entrevista aos órgãos de comunicação social de Tawain, Jerry Shen, CEO da Asus, informa que a próxima geração de dispositivos ZenFone serão lançados em Junho.

Segundo Shen, a Asus tem sido um dos maiores aliados da Intel, mas uma vez que a gigante dos chips rendeu-se na guerra dos dispositivos móveis, a Asus teve de encontrar novos fornecedores. Por isso os ZenFone 3 irão trocar os processadores Atom para SOC’s da Qualcomm e da MediaTek, com o primeiro set a alimentar cerca de 90% dos novos modelos.

0B5CUt KUpXFUZGhBeENkUUozNXM Confirmado: Três modelos do ZenFone 3 apresentados em Junho e com processadores Qualcomm image

A entrevista foi um pouco mais longe, e Shen afirma que a nova geração de smartphones chegará às lojas de seis países até Agosto deste ano. E acaba por revelar também os dispositivos dessa linha, ao afirmar que o ZenFone 3 Max é um dos equipamentos que chegará ás lojas até fim de Agosto, tal como o Zenfone 3 Deluxe, e o “tradicional” Zenfone 3.

A Asus não quer brincar com uma receita vencedora, os novos dispositivos serão para o “grosso da população”, disse Jerry Shen, que acrescentou que as receitas dos smartphones no primeiro trimestre de 2016 cresceram quase 40% relativamente a 2015. E isso é impressionante no mercado actual e é fácil entender o porquê: os ZenFones oferecem especificações de topo com preços muito adequados e ainda com a vantagem de estarem disponíveis nos países em desenvolvimento. Na verdade, Shen disse que a maior parte do crescimento é devido às fortes vendas no sudeste da Ásia, Brasil, Rússia e Europa.

Relacionado:
Titanfall anunciado para Android