Entre todos os tipos de dispositivos atualmente no mercado de dispositivos móvel, um dos mais peculiares é o Chromebook. O sistema da Google num laptop é certamente algo interessante, mas o interesse e desejo por esses gadgets parece estar muito distante daquilo que era aspectável. Recentemente foi noticiado que a Samsung se encontrava a trabalhar num Chromebook, e as informações mais recente dão conta que a Asus esta-se a preparar para reentrar no negócio dos Chromebook’s.

O novo dispositivo que agora simplesmente é conhecido por Chromebook C302CA, aparenta ser mais um Chromebook da Asus, que contará com uma dobradiça que permite que ele vire completamente para trás (360 graus) e se torne num tablet. No entanto, onde a maioria das fabricantes de Chromebooks se tem concentrado é na tentativa de criar aparelhos com preços acessíveis e especificações decentes. Caminho esse que não será seguido pela Asus, pois a sua abordagem no C302CA parece ser um pouco diferente.

0B5CUt KUpXFUNVpCX1g3alF6LW8 Asus encontra se a trabalhar num Chromebook ultra poderoso image

Segundo as informações mais recentes sobre este Chromebook da Asus, podemos esperar que ele tenha um processador Intel Core m3-6730, 8GB de RAM e 32GB de armazenamento eMMC. Estranho é o facto de não ver a Asus incluir um SSD neste setup. O C302CA também virá equipado com um ecrã táctil de 12,5 polegadas com a resolução FullHD (1920 x 1080), e também há a possibilidade de que ele venha com um silo para a sua própria caneta (algo semelhante ao que podemos ver no Samsung Chromebook Pro).

Independentemente da ideia que temos relativamente a este tipo de dispositivos, não podemos negar que as suas especificações são muito interessantes, a grande dor de cabeça aqui poderá ser o preço. O Asus Chromebook C302CA poderá ser vendido por US$870 (€800 ou R$2725), e embora ele definitivamente pareça ser um dos Chromebooks mais poderosos que já tenhamos visto, o seu preço parece ser demasiadamente exagerado. Com um preço assim, o Chromebook C302CA está a competir com os portáteis de topo com o sistema Windows que são muito mais funcionais do que qualquer Chromebook. Se este preço se se confirmar a Asus poderá ter um problema em mãos.

Relacionado:
Cyanogen disponibiliza o Android Nougat para o mítico Nexus 4

Existem no mercado muitas alternativas de portáteis com o sistema Windows com setups tão atraentes como o da Asus, na mesma faixa de preço, mas em contrapartida muito mais funcionais que o chromebook que está a ser criado. A linha Omem da HP é um desses casos, em que a maioria dos portais vem com processadores mais potentes, com 8GB de RAM, e são portáteis extremamente leves, na mesma faixa de preço.

Mas vamos esperar pelo anuncio oficial da Asus para garantir que a informação que nos chegou é real.