Aqui estão as especificações do novo chipset Kirin 950 da Huawei

A Huawei está a marcar a diferença no mercado de tecnologia móvel, e ao invés de adoptar processadores de outras empresas, investe tempo e dinheiro em chipsets próprios que acrescentam funcionalidades e integram-se na perfeição nos seus equipamentos, estamos a falar dos  Kirin. Temos detalhes que mostram todas as especificações do novo SoC da gigante chinesa, o Kirin 950. É esperado que ele marque presença nos smartphones premium da gigante chinesa a serem lançados no final do ano em Berlim.
CPU kirin Huawei
Para começar, temos um CPU octa-core 64-bit que é formada por quatro núcleos Cortex-A72 (os mais potentes da Qualcomm neste momento) em conjunto com mais quatro núcleos Cortex-A53 (os mais econômicos da ARM). Não foi especificada a velocidade máxima dos componentes mais económicos, mas os poderosos A72 chegam a uma frequência de operação de 2,4GHz. Isto garante um desempenho superior a qualquer outro chipset do mercado – pelo menos teoricamente.

O chipset Kirin 950 também vem com uma  GPU potente, que neste caso é o modelo ARM Mali T880. Ela consegue um desempenho 30% melhor do que a T760 usada pela Samsung actualmente, além de consumir menos. Temos também memória RAM em dual-channel LPDDR4 que permite uma largura de banda de 25,6GB/s , para terem uma noção, é mesma de notebooks no mercado atualmente.
Specs Kirin 950
Relativamente à componente sonora a Huawei inclui o coprocessadorTensilica Hi-Fi 4 que promete melhorar significativamente a qualidade do som do smartphone ao extrair o máximo de detalhes de arquivos de baixa compressão como o FLAC. Há também um outro coprocessador, chamado de i7, que fica a cargo de gerir as ligações e sensores do dispositivo, impedindo que o CPU seja sobrecarregado com este tipo de tarefas – o que ajudará a economizar energia.

Relacionado:
Mafia III: Rivals deverá chegar dia 7 de Outubro ao Android

O Kirin 950 também conta com as novas memórias UFS 2.0 da Samsung que permitem um nível de velocidade de leitura e escrita superior ao de outras soluções eMMC 5.1 do mercado.

Em relação á componente gráfica/imagens, este chipset também conta com um duplo processador de imagens para lidar com câmaras de até 42 megapixels (Uau!) com gravação em 4K e HDR em tempo real. A novidade também vem com modem 4G LTE de categoria 10, USB 3.0 e Bluetooth 4.2.

Não existem ainda pormenores de quais os equipamentos que contarão com este fantástico chipset, mas temos um palpite forte que o vamos connhecer em Berlim no dia 02/09/2015.
Power Of Touch Huawei

FONTE

PARTILHAR
Artigo anteriorSerá o Samsung Galaxy S2 um telefone “imortal”?
Próximo artigoXiaomi Redmi Note 2 é fotografado ao lado do Meizu MX5
Fundador do Androidgeek.pt ,trabalho em TI há dez anos. O desafio de gestão de equipas com foco nas necessidades do mercado deu-me o background certo para abraçar vários projetos online, nos quais aproveito a minha experiência em duas das minhas paixões: Tecnologia e Escrever. Sou um profissional dedicado com vasta experiência em todas as áreas de Gestão de TI e Gestão de serviços na área de Tecnologias de Informação. Sou apaixonado por tecnologia, Android, Publicidade, Marketing Digital e posicionamento estratégico.