0B5CUt KUpXFUX2FZNllObjk4cmc Android Studio chega à versão 2.0 com muitas melhorias image

O sistema integrado de desenvolvimento de software da Google para o Android, o Android Studio, acaba de chegar à versão 2.0.
O grande destaque deste novo lançamento é o “Instant Run”, um recurso que permite ao utilizador ver instantaneamente as mudanças visuais realizadas quando um código de uma aplicação é alterado, sem necessidade de recompilar o arquivo ou reinstalar a APK. A Google espera que esse recurso agilize ainda mais o processo de editar, criar e testar aplicações. Além disso, o emulador de dispositivo Android agora possui a habilidade de trabalhar com CPUs com vários núcleos, acelerando até três vezes a velocidade do programa.
Para facilitar ainda mais as coisas, recursos como “arrastar e soltar”, mudar a orientação do ecrã, rodar o display, fazer zoom, e usar controles multi-toque também poderão ser utilizados pelos programadores.
Uma vez que a aplicação estiver pronta, o criador pode subi-lo no Cloud Test Lab do Google. Com isso, a sua aplicação pode ser testada em vários dispositivos nos centros de dados da empresa, para que bugs e conflitos de código possam ser identificados mais facilmente. Programadores de jogos também podem utilizar o novo debuger GPU que permite que os gráficos sejam visualizados frame por frame, tornando mais fácil a tarefa de reduzir problemas de renderização. Outra novidade é a “App Indexing”, uma nova ferramenta que visa ajudar os programadores a inserir as suas aplicações na Play Store de forma mais correta.

Relacionado:
OnePlus disponibiliza o OxygenOS 3.1.0 para o OnePlus 2

O Android Studio 2.0, que agora numa versão estável, ajuda ainda mais a otimizar o código para qualquer tipo de aparelho que corra o sistema operativo Android, quer seja smartphones, tablets e até mesmo o Android TV, que agora adiciona suporte integral ao GitHub.

Se já usa a versão anterior do Android Studio e a mesma ainda não atualizou, poderá forçar a atualização acedendo ao menu help da suite.