A F-Secure divulgou esta semana um relatório sobre os malwares encontrados em 2013 nos dispositivos móveis. Segundo a empresa, foram registradas 804 ameaças no ano passado, sendo que dessas 97% foram encontradas no sistema operativo Android.

Entretanto, se usas o sistema da Google, podes ficar descansado: entre todas as ameaças registradas, apenas 0,1% delas vinham de aplicações que estavam dentro do Google Play. A F-Secure chama atenção ainda para o facto de que, em 2012, o número de ameaças era significativamente menor – apenas 238 haviam sido registradas.

“Notamos ainda que, quando foi registrada uma ameaça na Google Play, a Google agiu na maioria das vezes prontamente para remover as aplicações, por conta disso os malwares encontrados tendem a ter uma vida curta dentro da loja”, detalha a pesquisa.

O relatório aponta ainda que 75% dos malwares registrados tinham como origem a Arábia Saudita e a Índia. Todos os países da Europa, juntos, responderam por 15% das ameaças. Portugal não aparece na lista dos 10 primeiros. Verifica a lista:

Fonte: The Next Web

Relacionado:
Checkpoint afirma que vírus Gooligan já infetou mais de um milhão de contas Google