Android M promete gestão mais eficiente de RAM e bateria

Durante esta semana na Google I/O a Google deverá anunciar o Android M.

A expectativa é grande sobre quais as novidades que serão incorporadas na próxima grande actualização do sistema,uma das possibilidades é a empresa melhorar o desempenho ao reduzir o consumo de memória RAM do sistema,algo que se revelou problemático em alguns equipamentos com Lollipop,  além de prologar a bateria ao trazer um controlo mais apurado dos serviços que são executados em background.

Android M Android M promete gestão mais eficiente de RAM e bateria image

No lançamento do Android Lollipop no ano passado, a Google alegou que o Projeto Volta traria um aumento de até 30% na autonomia da bateria. No entanto, os relatos dos utilizadores provaram o contrário, acontecendo mesmo o impensável de alguns fazerem rollback para KitKat.

Agora, com o Android M, a gigante norte-americana tem a possibilidade de corrigir estas questões,esperamos empenho em resolver os problemas que afectam os smartphones com a última versão do SO. Isto será alegadamente possível graças a um maior controlo dos serviços que são executados em background quandoo ecrã do dispositivo se apaga. Também será desativada a localização quando o smartphone não estiver em uso.

No Lollipop, a Google adicionou um modo de economia, mas com resultados medíocres. Com o Android M, a empresa pretende trazer algo mais poderoso, como o modo Stamina da Sony ou Modo de Ultra Economia da Samsung. As melhorias prometem aumentar a duração da bateria em até algumas horas sem sacrificar o desempenho. Não só isso, mas o alegado Macadamia Nut Cookie (nome usado por enquanto para a próxima versão Android) também pretende cortar o consumo de memória RAM pela metade. O Lollipop revelou uma falha grave na gestão de RAM e a Google afirma estar muito atenta a esta questão. Esperamos que sim.

Relacionado:
Oneplus 3 poderá estar prestes a conhecer o doce sabor do Nougat

Na teoria ao consumir menos RAM, poderemos ver smartphones mais antigos com RAM baixa a correr osistema com fluidez aceitável, algo que é raro no KitKat ou mesmo Lollipop. No entanto, isto por si só não será o suficiente para motivar as fabricantes a actualizarem os seus dispositvos mais antigos pois isto implica custos e uma redução nas vendas dos novos modelos.

Há ainda rumores de que a  versão preview do Android M será revelada em agosto para que programadores possam adaptar as suas aplicações à nova versão sistema.

O expectável é que o novo Android M chegue em força em Outubro, tal como em 2014.