Android M oficialmente apresentado

O Android M foi à pouco oficializado no Google I/O 2015.
Tal como aconteceu em edições anteriores a Google não revelou que nome irá ter a nova versão do Android, apelidando a mesma de Android M, até ser revelado o seu verdadeiro nome.
Entre as novidades do novo sistema operativo da Google surgem as permissões das aplicações. No Android M as permissões dadas a cada aplicação não terão de ser aceites no momento de instalação das aplicações. As permissões serão solicitadas pelo sistema operativo aquando da necessidade da aplicação em questão ter de usar essa permissão.
A Google deu como exemplo o uso e instalação do WhatsApp. Quando instalares a aplicação, não será necessário aceitar qualquer tipo de permissão, mas aquando da sua utilização, será solicitado a aprovação de acessos da aplicação. Por exemplo, acesso à lista de contacto, ao microfone, fotografias, etc.. em que só será pedido as permissões no momento em que aplicação necessitar de aceder a elas. Depois cabe ao utilizador aceitar ou não se a aplicação tem permissão para aceder ou não a essa funcionalidade.

28140615980714 Android M oficialmente apresentado image

Outras das novidades é o Android Pay, que traz uma integração avançada entre emuladores de cartões, internet e ligações NFC para oferecer “simplicidade, segurança e novas opções de escolhas” aos consumidores. Com o Android Pay os consumidores poderão desbloquear os seus aparelhos, aproximá-los aos leitores e realizar as transferências de um modo simples e rápido. O Android Pay é um sistema ligado ao Google Wallet, mas com muito mais possibilidades para todos. E alem disso o sistema de segurança de Android Pay não foi deixado ao acaso, uma vez que ele vai funcionar também em conjunto com o reconhecimento biométrico que também vem “integrado” de raiz nesta nova versão do sistema operativo.

Relacionado:
Google Allo deverá ser lançado no decorrer desta semana

dskjgfodspuid128358 Android M oficialmente apresentado image
Este sistema Biométrico também vai servir para desbloqueios dos aparelhos. Tal como já existe em diversos aparelhos, como Huawei, Samsung, entre outros.

Os recursos de energia também não foram deixados ao acaso. É que a Google deixou claro que neste momento vê os smartphones como verdadeiros computadores portáteis, como tal, entre outras coisas, o consumo de energia dos aparelhos tem sido cada vez maior. E a pensar trouxeram um novo sistema de gestão de energia ao Android M. Esse novo sistema de gestão de energia promete um melhor aproveitamento e aumento de autonomia das baterias.
Em conjunto com o recurso “Doze”, um gestor “mais inteligente” que promete detectar as situações em que o aparelho está inserido para otimizar o funcionamento. A Google deu um exemplo: se o Android M detectar que o aparelho está parado, poderá cortar o processamento de qualquer aplicação que use os sensores de movimento.
Com isso, ainda é possível fazer com que as aplicações de alta prioridade permaneçam ativas para evitar a perda de qualquer informação. Segundo eles informaram em alguns aparelhos, tal como o Nexus 9, o Doze pode dobrar a autonomia da bateria, enquanto o mesmo se encontra em standby.

dozing28143927006801 Android M oficialmente apresentado image

O novo Android M também traz suporte para as ligações USB Type-C. Isto irá permitir que os consumidores usem os seus smartphones e tablets como baterias externas, podendo fazer com que a energia armazenada nos nossos dispositivo possa ser partilhada com outros dispositivos.

Relacionado:
Donos dos Moto G4 já podem saborear o doce sabor do Nougat

Além de tudo o que foi mostrado, a Google também promete algumas otimizações para o sistema operativo, incluindo a correção de pequenos bugs. O sistema estará disponível em versão Developer Preview para os aparelhos Nexus 5, Nexus 6, Nexus 9 e Nexus Player a partir de hoje. A versão final para consumidores só deve aparecer já no terceiro trimestre deste ano.

 

Então o que achas? Interessante ou nem por isso? Dá-nos a tua opinião.