O MateBook é a primeira iniciativa da Huawei de entrar no mercado de laptops com Windows, assumindo as semelhanças com os concorrentes Microsoft Surface Pro 4 e Samsung Galaxy TabPro S, o Matebook apresenta um design 2-em-1, que inclui um teclado destacável e uma caneta para desenhar e tomar notas, tudo isto num Design fantástico.

O Huawei Matebook Parece ser tudo o que precisamos para sermos produtivos em movimento.

14075091_10209994151230416_868876337_o.jpg

Design

O tablet MateBook por si só pesa apenas 640g, o que o torna confortável de segurar e muito fácil de transportar, seja na capa original nas mãos, ou em qualquer mochila. O Design é um dos pontos fortes deste equipamentos que apresenta extremidades arredondadas e uma traseira de alumínio bastante aderente. Com apenas 6,9 milímetros de espessura, é o tablet mais fino com Windows no mercado, mais ainda que os Surface o que é realmente impressionante.

#huawei #matebook #androidgeek Estilo e performance 2 em 1

Uma foto publicada por androidgeek.pt (@androidgeek.pt) a

No topo encontramos o botão de energia e um par de colunas estéreo, na direita há dois botões de volume com um leitor de impressões digitais posicionado entre eles. Também na lateral  direita encontramos a única porta USB-C , que é usada para carregar e para transferência de dados.  À esquerda, temos o microfone e um jack de 3,5 mm para auscultadores.

Uma das características principais deste equipamento é o facto de ser um híbrido entre portátil e tablet, sendo que para o podermos usar como portátil necessitamos de um teclado. O teclado original pode ser adquirido como “extra” e é de couro sintético que cobre completamente o MateBook quando fechado, e mantém-se seguro usando um iman e um conjunto de pinos de dados.

Huawei-MateBook-4.png

Esta capa/teclado permite usar o equipamento em duas posições. Aqui peca pela escassez de opções, pois por vezes ficou a faltar aquele ângulo específico para que o pudéssemos usar da forma mais confortável. Ainda sobre o teclado, quem já usou um Microsoft Surface sabe o quanto pode ser frustrante teclar numa superfície que não sentimos, o teclado do Matebook , apesar de não ser perfeito, permite que se sinta as teclas e conseguimos escrever por longos períodos de tempo sem qualquer tipo de dificuldade.

Relacionado:
Honor 8 começa a receber o Android Nougat "BETA"

keyboard.jpg

Para facilitar a escrita em condições de pouca luminosidade o teclado é retro-iluminado, fica a faltar-lhe teclas dedicadas de multimédia, como controlo de volume entre outras.

#huawei #matebook uma máquina de trabalho impressionante

Uma foto publicada por androidgeek.pt (@androidgeek.pt) a

Outro dos extras que se pode adquirir com o Matebook é a Matepen , a sytlus MatePen oferece 2,048 níveis de sensibilidade, capturando perfeitamente as mais subtis e diversas aCções realizadas com a ponta da stylus sem atrasos.

huawei-matebook-010.jpg

A MatePen também tem um terceiro botão para um ponteiro laser, que poderá ser útil quando se utiliza a caneta como um clicker em apresentações. A caneta é carregada através de um conector USB Micro que é fornecido na sua caixa. A Huawei afirma que dura até 100 horas com uma única carga. Para termos um termo de comparação, a  Surface Pen do Microsoft Surface Pro 4 tem alegadamente uma vida útil de bateria  de 18 meses, apesar da stylus da Microsoft requerer uma pilha AAA, enquanto que as células da Matepen são integradas.

Outro dos pontos de destaque no Matebook é o seu scanner de impressões digitais . Ele integra-se com o Windows Hello ,  que é o novo protocolo de segurança do Windows 10, e permite que se faça o login usando apenas um toque do dedo. É tão rápido como o leitor de impressões digitais no Huawei P9

Ecrã som e imagem

O ecrã é de 12 polegadas , painel IPS 2.160 x 1.440 pixels que é capaz de exibir 99,8 % da gama de cores sRGB e 82,8 % da maior gama de Adobe sRGB. Isso coloca-o olhos nos olhos com o Samsung Galaxy S TabPro , e muito acima do Microsoft Surface Pro 4. O brilho máximo é excelente, a 380 nits , enquanto o contraste é razoável de 829 : 1 .

14012514_10209994151310418_1235402002_o.jpg

Em termos sonoros o Matebook não surpreende, o volume é alto o suficiente, mas não se sente profundidade sonora, é bom para vermos um filme ou série, mas para ouvir música preferimos pegar no nosso smartphone. O microfone, por sua vez e segundo os testes realizados, faz um bom trabalho a cancelar o ruído de fundo, mas a qualidade do áudio gravado é longe de perfeita, portanto se tiverem a oportunidade de entrevistar o vosso ídolo não se fiem no microfone do Matebook #ficaadica.

Por fim a câmara frontal é de qualidade aceitável , permite realizar video chamadas sem qualquer constrangimento e tirar aquela ocasional selfie, desde que estejamos em boas condições de luminosidade.

HUAWEI MATEBOOK – Perfomance

Uma das razões pelas quais o MateBook é tão fino (o mais fino) é porque ele usa processadores Intel Core M, que são  chips de baixa potência que podem ser executados sem qualquer refrigeração à base de ventoinhas .

14045022_10209994150710403_649528468_o.jpg

Isto torna o funcionamento do MateBook fresco e silencioso, já para não falar do espaço que a Huawei poupou no chassis, pois não necessita de ventoinhas para refrigeração.

Especificações Técnicas

  • 12-polegadas 2,160 x 1,440-pixel IPS display
  • 1x USB-C, 1x 3.5mm headphone jack
  • Sensor de impressão Digital
  • Intel Core M processor
  • 4GB RAM

O modelo MateBook que recebemos é o mais barato , que vem equipado com um chip de M3-6Y30 rodando a 0.9GHz . Com o MateBook, a Huawei está a manter a sua contínua estratégia de estabelecer parcerias com os líderes de mercado mais inovadores. Este dispositivo inclui um processador de 6ª  geração Intel® Core™ série M, que é um chip dual-core que é capaz de algumas performances dignas ao executar tarefas relativamente leves, como edição de documentos , e-mail e navegar na web. É menos capaz quando metemos ao barulho fotografia e edição de vídeo. Suspeitamos que a Huawei tenha aplicado algum tipo de estrangulamento a este processador para prevenir questões de sobreaquecimento.

O SSD de 128 GB a bordo é bastante rápido, com uma velocidade de  287MB /s e gravação a 477MB / s , dados do benchmark AS SSD. Não é tão rápido como os SSDs encontrados em em portateis e desktops de topo, mas é rápido e eficiente.

Em termos de jogos, se mencionámos acima que a edição de vídeo e fotografia puxava um pouco pelo Matebook, isto significa que jogos pesados como o GTA V ou similares não irão correr de forma fluída neste equipamento.

HUAWEI MATEBOOK – Bateria

A bateria do Huawei Matebook durou-nos cerca de 5h30 de utilização e perdeu 50% de carga em 2h de video em streaming. O termo comparativo que temos é o Surface da Microsoft e podemos dizer que os resultados são muito aproximados.

14012547_10209994152190440_964673993_o.jpg

É uma bateria lítio de alta densidade (33.7Wh) que oferece energia suficiente para (alegadamente) 9 horas de trabalho. O dispositivo conta também com a tecnologia exclusiva da Huawei de poupança de energia, para corresponder às necessidades dos utilizadores empresariais. A bateria do MateBook recarrega completamente numa média de tempo de duas horas e meia. E se não houver tempo para uma carga completa, em apenas uma hora a bateria pode atingir 60 por cento.

Veredicto

O MateBook é uma iniciativa arrojada da Huawei de entrar num segmento que é dominado por gigantes consolidados e com tradição nesta área de negócio. Ainda assim o Matebook apresenta alguns elementos diferenciadores como a Matepen que realiza funções únicas e a inclusão de um sensor biométrico de leitura de impressões digitais de alta qualidade. No entanto este primeiro passo ainda não é seguro o suficiente para ganhar a nossa preferência relativamente a outros híbridos no mercado.

Esperamos ver uma evolução desta gama, pois se a Huawei conseguir fazer com os híbridos o que faz com os seus smartphones, teremos equipamentos incríveis num futuro próximo.

 

preços_matebook.jpg

PROS

  • Excelente ecrã
  • Sensor de impressão Digital rápido e fiável
  • Matepen

CONS

  • Extras dispendiosos
  • Teclado sem atalhos multimédia
  • Processamento gráfico mediano