Análise Huawei P8 Lite

img_20150623_190047.jpg

A Huawei está em destaque no mercado nacional de smartphones desde o lançamento da sua gama P8 , à qual temos dado a atenção merecida ao longo dos últimos meses.

A Huawei conseguiu mesmo chegar ao topo do mercado nacional, conforme falámos recentemente.
Para aqueles que não tiveram oportunidade de utilizar um dos telefones de topo desta marca chinesa recentemente, pode surgir uma questão, e é válida.

Como conseguiu a Huawei chegar ao topo do mercado nacional?

A resposta mais curta a esta pergunta é: A Huawei está a fabricar os telefones que os clientes querem, a preços muito competitivos.

Desde que experimentámos o Mate 7 em finais de 2014 que percebemos que algo tinha mudado na filosofia da marca, o alvo não era mais a gama média, mas sim a gama de topo, o mais recente P8 reforça essa ideia, sendo todo ele um equipamento premium, oferecendo excelentes características a um valor cerca de 30% inferior aos telefones de outras marcas.

Para aqueles que querem ter um equipamento de qualidade sem gastar demasiado, a Huawei lançou o P8 Lite que é um equipamento que se mantém fiel à filosofia e padrões de qualidade da marca, e concorre no segmento de gama média.

Análise Huawei P8 Lite

p8lite1.jpg

 

Design

Caso não tenham reparado, o P8 Lite é essencialmente uma versão “light” do flagship Huawei P8. Este telefone é o P8 , só que com mais plástico e um pouco mais modesto nas suas especificações.

O telefone de 5 polegadas tem uma estrutura muito fina de 7,7 milímetros , armação de plástico unibody com laterais de alumínio escovado.

Relacionado:
Olá CM14.1: sistema de Cyanogen baseado no Android 7.1 anunciado para alguns dispositivos

img_20150623_190512.jpg

Muito parecido com a maioria dos principais smartphones de topo de hoje, o P8 Lite assume uma forma retangular arredondada.

Este equipamento é facilmente manuseável com apenas uma mão, mesmo para utilizadores com mãos mais pequenas. Isto é possível também devido ao seu peso.

O ecrã de 5.0″  é ligeiramente mais pequeno que o P8 original, o equipamento é muito agradável ao toque pela sua construção em metal e o design é elegante e moderno, tudo isto em  143. x 70.6 e apenas 7.7mm de espessura, e super leve com apenas 131g de peso.

As margens ligeiramente curvas do aparelho proporcionam um pouco de aderência na palma da mão , embora a sua espessura super slim e a traseira completamente plana significam que não é o aparelho mais confortável de segurar .

O botão de power é de metal e está situado a meio da lateral direita do P8 Lite, tem uma pequena saliência pelo que se torna fácil de encontrar ao passar o dedo na lateral.

O botão de volume situa-se diretamente acima do botão de power, e imediatamente a baixo temos duas entradas SIM 1 e cartão microSD ( até 128 GB de tamanho )ou SIM 2, a segunda slot é híbrida o que significa que podemos optar por colocar um microSD ou um segundo SIM.

img_20150623_190448.jpg

Ecrã

Com 5 polegadas, o ecrã do Huawei P8 Lite está na média atual dos smartphones premium. O P8 tem um display IPS LCD com 1280 x 720 pixeis de resolução . O ecrã é bem nítido, com cores vividas e óptima visibilidade em ângulos inclinados.

Relacionado:
Huawei P10 aparece em imagens reais e especificações

É brilhante, colorido e sensível ao toque, tornando a visualização de conteúdos clara e fácil.

img_20150623_190424.jpg

Sistema Operativo

Sistema Operativo: Android 5.0

A EMUI 3.1 e o Android 5.0

O P8 Lite, por ser um telefone recente, tem já presente a versão 5 do Android. Mas a verdade é que ao se utilizar o equipamento não se nota qualquer diferença, o que não é negativo neste caso.

A razão de não se notar o novo Android está na interface EMUI 3.1, que já é familiar aos proprietários do Ascend Mate 7. Trata-se de uma interface limpa e intuitiva que integrou muito bem os elementos do Material Design (botões de navegação, cores vibrantes e atalhos inteligentes).

A Huawei é especialista em lançar os seus equipamentos livres de aplicações supérfluas (bloatware), e esta filosofia manteve-se com o P8 e Lite, completamente desprovido de aplicações supérfluas. Outras funções úteis da EMUI 3.1 incluem um gestor de notificações, controlo por gestos e uma barra de navegação personalizável (todas estas funções também estão presentes no Ascend Mate 7).

O P8 Lite vem com Chipset HiSilicon Kirin 620 Octa-core 1.2 GHz Cortex-A53, e uma GPU Mali-450MP4.

huawei1.jpg

Câmara/Imagem

A parte traseira do P8 Lite traz a câmara principal de 13 megapixeis com flash de LED duplo. O sensor da câmara está circundado por uma faixa de plástico brilhante. Neste aspeto a versão Lite não chega aos calcanhares da versão original, mas relembramos que o custo com por exemplo pontos de uma operadora, pode chegar a um terço do valor do P8.

Relacionado:
Vivo Xplay 6 é oficial com ecrã Edge, Snapdragon 820 e 6GB de RAM

Bateria

O Huawei P8 Lite apresenta uma bateria de 2200mAh, seguindo a tendência dos flagships mais recentes em que todos apresentam baterias inferiores a 3000mAh, mas prestam especial atenção á gestão de energia por parte do dispositivo. As otimizações no software prometem uma boa autonomia. Pela minha experiência com o equipamento, se a utilização for verdadeiramente intensiva,o mais provável é que chegue para apenas um dia de utilização.

Conclusão

O Huawei P8 Lite é a versão low cost de um dos melhores equipamentos no mercado, e dá a sensação e look premium a um preço mais acessível do que os dispositivos equivalentes. Apresenta interessantes funções de conectividade, uma entrada híbrida para um segundo SIM/microSD e um chassis de aço para se diferenciar dos rivais, o P8 Lite tem tudo para se tornar um sucesso de vendas internacional.

P8LITE2.jpg

 

PREÇO

Como podem verificar na imagem acima, o preço recomendado para este smartphone é de 249€. Mas conforme já referimos existem operadoras que comercializam este equipamento com troca de pontos por menos de 150€.

O que acharam do Huawei P8 Lite ?

Já tivemos a oportunidade de falar em detalhe deste equipamento sugerimos a leitura para quem ainda não o tenha feito destes artigos: