A empresa tecnológica europeia BQ lançou o novo e-reader Cervantes 3. Com este dispositivo, a BQ manteve a essência dos anteriores modelos colocando a usabilidade e as preferências dos leitores habituais no centro da experiência de utilizador acrescido de melhorias nas suas funcionalidades, componentes e interface.

logo_bq.jpg

Com apenas 185 gramas de peso e 9,5 mm de espessura, o Cervantes 3 é leve, ergonómico e permite ler comodamente em qualquer lugar e posição. É especialmente útil em ambientes com pouca luz graças à sua tecnologia frontlight que ilumina o ecrã. O seu sistema de retroiluminação indireta distribui a luz de forma homogénea, sem encandear nem refletir ou cansar a vista. A sua iluminação é uniforme, sem sombras e a sua intensidade é regulável para poder adaptá-la às condições luminosas do ambiente.

O ecrã de 6 polegadas do Cervantes 3 conta também com tecnologia E-Ink Carta, a quarta geração de E-Ink. A tecnologia Carta oferece a melhor relação resolução-consumo energético do mercado. Adicionalmente, aumenta o contraste e a resolução até 1072 x 1448 pixéis, melhorando a legibilidade em 50% relativamente a versões anteriores. O seu ecrã utiliza tecnologia de deteção por infravermelhos: os sensores IV situados nas margens do ecrã geram uma grelha invisível que deteta o ponto exato de interação. A deteção por infravermelhos, para além de ser muito precisa, permite utilizar o e-reader até com luvas.

Interface simples e experiência de utilizador.

O seu sistema operativo foi desenvolvido por uma equipa multidisciplinar de engenheiros, designers e especialistas em experiência de utilizador. O resultado é um firmware adaptado às necessidades de todos os leitores.

Relacionado:
Google Pixel XL mostra a face como o futuro do Android

A sua interface é extraordinariamente intuitiva. O utilizador pode usar o Cervantes 3 com as duas mãos ou apenas uma, pode passar a página apenas ao deslizar o dedo sobre a mesma e até pesquisar um livro introduzindo o título, o autor ou uma palavra-chave diretamente no motor de pesquisa. Está disponível em português, em espanhol, assim como em inglês, francês, alemão e italiano.

A sua biblioteca é também personalizável. O utilizador pode reunir os seus livros em coleções e organizá-los por critérios como género, autor ou ano. Pode ainda marcá-los como “Não lidos”, “A ler” e “Lidos” e dividi-los segundo o seu estado. Para leitura pode escolher entre oito tamanhos de letra e sete tipos de letra, entre as quais Tiresias, um tipo de letra especialmente útil para pessoas com dificuldades de visão. O utilizador também pode personalizar outras definições como as margens, o modo de vista ou o espaçamento entre linhas.

O Cervantes 3 inclui os dicionários de definição em inglês (Wordnet), definição em espanhol (Clave SM), inglês-espanhol e espanhol-inglês (Semantix). Encontrar o significado de uma palavra é tão fácil como selecioná-la e escolher o dicionário no qual gostaria de a consultar, sem ter de abandonar a leitura. Se o e-reader estiver ligado à Internet, o utilizador também pode ler a descrição na Wikipédia.

A BQ, na sua aposta pelo código aberto, publicou o código fonte do software sob licença GPL, o que permite aos programadores fazer as suas próprias modificações na interface.

Relacionado:
Google prepara grandes mudanças na Play Store

Ler com liberdade.

O Cervantes 3 é compatível com a maioria dos formatos como o epub, fb2, pdf, entre outros. Graças à ligação Wi-Fi, o utilizador pode, para além disso, comprar e transferir os livros diretamente a partir do seu e-reader. Também inclui Nubico, um ecossistema de leitura digital para comprar livros, guardá-los na conta pessoal e aceder-lhes a partir de qualquer dispositivo.

O novo e-reader da BQ inclui um processador iMX 6SoloLite a 1 GHz e uma bateria Li-ion 1500 mAh. Conta com ligação Wi-Fi e saída Micro-USB 2.0 e inclui 512 MB de memória RAM e 8 GB de memória interna, ampliáveis até 32 GB através de cartão microSD.

O Cervantes 3 está disponível na loja online da BQ e em pontos de venda autorizados por 149,90€.