9 funcionalidades do Android M que vais gostar de conhecer

androidM_lkjpsfdspods.jpg

Quando foi apresentado durante a conferência do Google I/O 2015, o Android M foi uma das estrelas do dia, mas nem assim foi possível mostrar  tudo o que mudou e tudo o que há de novo, nem mesmo o nome da versão foi revelada ao público.

Rapidamente, muitos fãs que fizeram o download da versão prévia do Android M descobriram outras novidades que são alterações boas e úteis ao desempenho geral dos equipamentos. Algumas estão muito bem escondidas nas configurações do sistema e alteram o visual e configurações.

Mesmo em modo Preview e apresentando diversos bugs e instabilidades, o Android M já mostra que veio para impressionar.

1) Menus escuros

Os menus do Android agora podem ser mudados com a opção “Temas”. Ela permite a alteração do tom de algumas janelas do Android para a cor preta, o que ajuda a economizar bateria e a não sofrer com a claridade dos menus brancos quando acedemos ao tlf a meio da noite.

temas_m.jpg

Para aceder a esta funcionalidade é necessário ter permissões de programador no Android. Nas configurações, na opção  “Sobre o telefone ou tablet” basta tocar repetidas vezes (7x) no item “Número da versão”. Após a mensagem de confirmação, basta ir a  “Opções de programador ” e depois “Temas”. Além das hipóteses “Claro” e “Escuro”, há ainda o modo “Automático”, que muda a cor de acordo com o horário do dia.

2) Gestão de RAM mais eficiente

Agora também é possível saber se o dispositivo está a consumir memória RAM em demasia ou quais são as apps que mais impactam na performance. Na janela de configurações, na opção  “Apps” basta tocar no ícone dos três pontos na vertical para abrir as opções adicionais.

Relacionado:
WhatsApp agora conta com mais recursos do Snapchat

gestorram_M.jpg

Seleccionamos  “Avançadas”, depois “Memória” e temos o relatório completo de desempenho. Ao tocar numa app específica, vemos mais dados e podemos forçar o fecho das aplicações que quisermos.

3) Desinstalação no Homescreen

Se utilizam o Google Now Launcher no vosso Nexus, é possível fazer uma desinstalação rápida . Pra isso, basta  selecionar o ícone da app no ecrã inicial e arrastar para o canto superior direito do display, onde surgirá a opção “Desinstalar”.

SOM_M.jpg

4) Multiwindow

O Android M começou a experimentar um recurso de multiwindow, que divide o display em dois para que seja possível trabalhar em várias coisas ao mesmo tempo. Este recurso ainda não foi oficializado e exige um Nexus 9, conhecimentos avançados.. É possível abrir até quatro apps, cada uma em cada canto, vejam o vídeo abaixo:

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=EsilmFlNeXc”]

Ainda não se sabe se a função será utilizada definitivamente na versão final do novo Android.

5) Teclado dividido

Além do  recurso de multiwindow, o Android M adicionou a possibilidade de um teclado dividido. Ele é especial para tablets ou smartphones de ecrãs grandes e permite uma maior facilidade a teclar se usam muito os polegares para o fazer.

A activação é simples, basta ir a “Configurar”, “Idioma e entrada”, “Teclado do Google” e “Aparência e layouts”. Activar a opção “Teclado dividido” e já está.

6) Backup de configurações de apps

Quase todos os dados e opções que guardamos e configuramos em  apps serão guardados  automaticamente na sua conta Google. O backup destes recursos é ativado por padrão, acontece a cada 24 horas e vai para uma pasta no Google Drive sem ocupar espaço no serviço.

Relacionado:
BlackBerry DTEK60 com Snapdragon 820, 4 GB RAM e 21 MP de câmera

Não exige nenhuma programação adicional.

7) Controlo de volume

Os controles de volume foram aprimorados. Ao tocar nos botões físicos para aumentar ou diminuir o som, é possível seleccionar opções avançadas na barra de notificação . Ao tocar no ícone da seta para baixo, podemos alterar separadamente o volume do toque, das multimédia e do despertador, evitando confusões.

8) Suporte completo a microSD

Esta novidade foi descoberta nos documentos de certificação do Android M. Será possível instalar apps em cartões micro SD, que funcionarão como extensões da memória interna do aparelho.

O recurso “Adoptable Storage Devices” não é padrão e depende que programadores habilitem a função. Além disso, a formatação como memória externa pode fazer com que você possa usar o micro SD em questão apenas num únicomesmo aparelho.

9) Suporte completo a USB-OTG

Outro novo suporte importante é à tecnologia USB-OTG. Isso significa que toda uma nova variedade de dispositivos de armazenamento USB será reconhecida pelo Android M. As aplicações são variadas, desde aumentar o armazenamento interno até passar arquivos rapidamente de um aparelho pro outro.

 

FONTE(S)

PARTILHAR
Artigo anteriorIdle Town – Jogo para Android Criado por Estudantes Portugueses
Próximo artigoNovo Moto 360 será anunciado até Setembro
Fundador do Androidgeek.pt ,trabalho em TI há dez anos. O desafio de gestão de equipas com foco nas necessidades do mercado deu-me o background certo para abraçar vários projetos online, nos quais aproveito a minha experiência em duas das minhas paixões: Tecnologia e Escrever. Sou um profissional dedicado com vasta experiência em todas as áreas de Gestão de TI e Gestão de serviços na área de Tecnologias de Informação. Sou apaixonado por tecnologia, Android, Publicidade, Marketing Digital e posicionamento estratégico.