A UPS acaba de iniciar o teste de utilização de drones para fazer entregas comerciais de encomendas em locais remotos ou de difícil acesso, trabalhando em parceria com a produtora de drones CyPhy Works.

A fase de testes começou no dia 22 de setembro, no estado do Massachusetts, com a simulação de uma entrega urgente de medicamentos de Beverly até à Children’s Island, uma ilha a três milhas da costa Atlântica dos EUA. O voo inaugural do drone foi um reflexo do investimento da UPS Strategic Enterprise Fund na CyPhy Works para investigar e reunir informação sobre as possíveis utilizações e capacidades dos drones.

0B5CUt KUpXFUR29tMTMyZDZvX3M UPS e CYPHY WORKS testam entrega comercial urgente com Drones image

“O nosso foco e atenção estão totalmente virados para aplicações práticas do mundo real que beneficiem os nossos clientes”, refere Mark Wallace, vice-presidente da área de engenharia e sustentabilidade globais da UPS. “Consideramos que os drones oferecem uma ótima solução para entregas em locais de difícil acesso em situações urgentes, onde outros modos de transporte não estão facilmente disponíveis”.

A inovação através da automação e da robótica tem sido o principal foco da maior empresa de entrega de encomendas do mundo. Na verdade, a UPS já tem vindo a testar drones em armazéns para confirmar o nível de stock ou espaço livre nas prateleiras e estantes mais altas. A empresa também tem explorado a utilização de drones na entrega de ajuda humanitária em regiões remotas por todo o mundo.

Relacionado:
Análise Huawei Mate 9 : Performance e Elegância

“Estamos muito entusiamos por podermos unir esforços com a UPS”, refere Helen Greiner, fundadora e diretora do departamento de tecnologia da CyPhy. “Os drones, e as suas aplicações tecnológicas, utilizados desta forma podem salvar vidas e entregar produtos e serviços em sítios de difícil acesso para infraestruturas e transportes tradicionais”.

O drone da CyPhy utilizado no teste inaugural foi o PARC – Persistent Aerial Reconnaissance and Communications (em português, Reconhecimento Aéreo Persistente e Comunicações). O drone, alimentado por bateria, voa sozinho, o que requer pouco treino por parte do utilizador. Tem longa duração, visão noturna e dispõe de um sistema de comunicações seguro, que não pode ser intercetado ou interrompido.

A UPS e a CyPhy testaram o PARC num voo desde Beverly até à Children’s Island para testar a viabilidade de utilizar um drone em entregas urgentes. No cenário de simulação, o drone transportou e entregou com sucesso um inalador para a asma a uma criança que se encontrava num acampamento na ilha, que não é acessível por carro.

“A história de inovação da UPS tem mais de cem anos”, afirma Mark Wallace. “Os colaboradores da UPS permanecem como uma ligação vital aos nossos clientes, mas testes como estes têm vindo a revelar uma nova ponte para o futuro, no que diz respeito ao serviço ao cliente e à entrega de encomendas urgentes. Na UPS exploramos continuamente formas de melhorar a nossa rede para responder de forma eficiente aos exigentes requisitos dos nossos clientes”.

Relacionado:
Sem medo do iPhone 7, Vernee começa a venda antecipada do Vernee Mars